quinta-feira, 8 de abril de 2010

Do Palavras de Osho: Quiromancia

Olha, eu sou realmente grato às inúmeras mensagens que Osho deixou, mas essa me deixou, no mínimo, intrigado. (link original aqui)



A quiromancia, a astrologia, todas essas coisas são apenas uma exploração da angústia dos homens. Ao se sentirem angustiados, desejam, de qualquer forma, que alguém lhes diga quem eles próprios são, quem serão, qual será o seu futuro.

É por conta dessa angústia que todas essas ciências surgiram e se ampliaram. Elas
têm explorado os homens por milhares de anos porque, mais cedo ou mais tarde, eles se preocupam com o sentido da vida: "O que estou fazendo aqui? Há um sentido ou não há? A vida me leva para algum lugar ou estou me movendo em círculos? E se ela estiver me levando para algum lugar, estou indo na direção certa ou errada?"

Osho, em "Osho de A a Z: Um Dicionário Espiritual do Aqui e Agora"

Não concordo, em grande parte; mas não posso deixar de pensar a respeito. Se bem que os comentários a essa postagem falam bem sobre o que me incomoda.


Bem, mas falando nisso... Não é a área da Cartomancia, mas é Mancia; falemos sobre a Quiromancia.


A Quiromancia (do grego cheiro, "mão", e mancia, "profecia") é um método complexo de adivinhação e de interpretação de sinais baseados nas linhas da palma da mão e no seu formato, tamanho, cor, temperatura, umidade e textura. Esse sistema de adivinhação deve ter se originado na Índia há pelo menos cinco mil anos. Era praticado na China, no Tibete, na Pérsia, na Mesopotâmia e no Egito.
Conta uma antiga lenda que existe no Himalaia uma caverna onde vive um Yogue de mais de 400 anos de idade, que se encontra em estado de meditação (samadhi) e que é portador de um antigo livro, feito com peles das palmas de mãos humanas mumificadas onde pode-se observar perfeitamente suas linhas. Segundo a lenda, este antigo livro tem sido utilizado por monges estudantes da "antiga arte", durante milhares de anos.
Atualmente atribui-se aos Ciganos a arte da leitura das mãos. Sabe-se que os Ciganos originam-se do norte da Índia e que emigraram para a região de Tiblisi, no sul da Rússia, dali para a Romênia, de onde se expandiram para o resto do mundo. Desde criança os Ciganos aprendem a ler as mãos. Esse é seu trabalho mais rendoso, pois da previsão do destino nas mãos nascem os feitiços e magias para o amor e os trabalhos para melhorar a vida. Os Ciganos a praticam até hoje em suas Ofisas (Templo Cigano), praças, feiras, etc.
A Quiromancia foi exaustivamente estudada na Europa da Idade Média, e muitas vezes associada à Astrologia. Enquanto a Astrologia nos informa da influência dos astros em nossas vidas, a Quiromancia procura explicar a influência da mente, manifestada na palma de nossas mãos. Ambas atuando em perfeita harmonia e sincronização. 
 Nessa arte, ambas as mãos devem ser analisadas. A mão projetiva (a que o consulente mais usa), principal ou superior indica o presente, as ações recentes e as projeções das mesmas; a mão receptiva, secundária ou inferior demonstra o que o consulente traz os talentos e habilidades, o que o consulente tem de intrínseco e as projeções de longa duração. Pessoas destras tendem a ser mais lógicas, pois a mão direita está conectada com a região lógica, lado esquerdo do cérebro. Pessoas canhotas tendem a ser mais criativas, pois a mão esquerda está conectada com a região intuitiva, lado direito do cérebro.
Na Quiromancia, o que se chama de "futuro" são projeções que podem ser modificadas pela vontade e atitude do consulente. O futuro é uma projeção do presente, portanto, ao ler a mão de alguém, é importante ter cuidado com o vocabulário utilizado para não acomodar o consulente a uma perspectiva positiva ou negativa. As linhas mudam, sinais somem, outros aparecem... É importante não nos acomodarmos ao diagnóstico, mas sim aproveitarmos as facilidades e enfrentarmos os desafios traçados em nossas mãos.


Via de regra todo tipo de pigmentação é sinal de fraqueza e deve-se recomendar a ajuda médica de acordo com o sintoma identificado na leitura. Pigmentação amarelada indica problemas no fígado e glândulas em geral. Azulada, infecção nos rins que é transmitida ao sangue. Avermelhada problemas circulatórios ou cardíacos. Pequenas bolinhas brancas estouradas indicam taxas altas de glicose, Diabetes. Emocionalmente, uma mão branca indica espiritualidade, calma; rosada, bondade, generosidade; Avermelhada, quente e úmida indica paixão descontrolada, cólera. Uma mão rude e áspera indica ignorância, egoísmo. Uma mão suave indica intelectualidade, sensibilidade, indolência. 


As formas das mãos também indicam peculiaridades. Uma mão roliça, palma curta, dedos curtos e movimentos grosseiros, é chamada ELEMENTAR e indica pessoas apaixonadas e de mentalidade frágil. Pessoas sem grandes aspirações, demasiado comuns, vivendo sob a esfera das demais. Uma mão roliça, palma longa, dedos curtos e movimentos leves é chamada QUADRADA e indica pessoa prática, lógica, quase fria. De costumes rotineiros e ordenados. Grande capacidade de realização, obstinada pelos seus objetivos, pouco original ou imaginativa. Uma mão magra, ligeiramente torta, ponta dos dedos arredondados é chamada ESPATULADA e indica entusiasmo pelas boas coisas da vida, porém inquietude e pessimismo. Falta persistência, mas sobra generosidade. Uma mão magra, dedos nodosos é chamada FILOSÓFICA e indica uma pessoa dedutiva, analista, meditativa, com tendência à filosofia e buscam a verdade interior. São pessoas honestas, justas e moderadas com outras pessoas. Uma mão Longa, firme e desenvolvida é chamada CÔNICA e indica uma pessoa sensual e extrovertida, imaginação fértil e de pouco raciocínio. Aprecia a beleza, as artes em geral, tem fome de poder e apego exagerado ao dinheiro. Uma mão bonita e harmoniosa, com dedos delicados e longos é chamada PSÍQUICA e indica uma pessoa de personalidade inquieta, intensa paixão pelo idealismo. Sonhadora, seu estado de espírito é cíclico e alternado. Complexa e neurótica. Existem ainda mãos que reúnem vários aspectos e são chamadas MISTAS, indicando pessoas muito comuns, na qual a maioria se enquadra, sem grandes aspirações e de mentalidade mediana. Comportamento e gosto vulgares. 


As principais linhas da mão são a linha da vida, a linha da cabeça e a linha do coração. Através dessas linhas verificamos a saúde física (vida), psíquica (cabeça) e emocional (coração) do consulente, decorrendo daí todas as demais projeções. Algumas pessoas não possuem algumas linhas, mas isso não é preocupante; a partir das linhas secundárias também é possível diagnosticar a área regida por uma primária, na falta desta.
As linhas principais são:
LINHA DA VIDA: Indica o tempo e a qualidade de vida, indicando aspectos da saúde e acontecimentos importantes na vida do consulente. Se longa, vida longa e próspera. Ao contrário, deve-se consultar a mão esquerda, havendo confirmação a pessoa deverá cuidar melhor de sua saúde, com o tratamento do corpo a vida poderá ser prolongada, caso contrário sua existência também será curta. Grossa, pessoa terá personalidade marcante. Fina, personalidade maleável. Em forma de corrente ou corda, pessoa de vida complicada com muitos embaraços.
LINHA DA CABEÇA, ou LINHA DA MENTE: Mostra a capacidade intelectual da pessoa, seus humores, criatividade, concentração e perspicácia.
Se longa, pessoa racional. Curta, pessoa emocional. Longa e caída, inteligência não desenvolvida, melancolia e depressão suave. Cortada, pessoa geniosa de difícil relacionamento.
LINHA DO CORAÇÃO: Revela a maneira como o indivíduo interage com os outros e suas expectativas em relação ao amor e a relacionamentos.
Se longa, pessoa amorosa e romântica, age em função do sentimento. Curta, pessoa interesseira, age em função da razão – compare com a Linha da Cabeça. Se a Linha do Coração for proporcional à da Cabeça, a pessoa equilibra razão e emoção.


As linhas secundárias são a Linha do Destino, Linha do Sol, Linha da Saúde e o Cinturão de Vênus. Indicam a vida social da pessoa e complementam a leitura das linhas principais. Nem sempre presentes.
LINHA DO DESTINO ou SATURNINA: Nace na base da mão e sobe em direção ao Monte de Saturno (dedo médio).
Iniciando ao lado da linha da vida, carreira bem sucedida. Unida à Linha da Vida, obstáculos na primeira metade da vida. Dupla, mudança de carreira ao longo da existência. É uma das Linhas mais fáceis de perceber o quanto cresce ao longo da vida.
LINHA DO SOL ou de APOLO: Nem sempre presente, caminha em direção ao Monte de Apolo (dedo anelar). 
Quando bem definida e em harmonia com a Linha do Destino, revela uma vida coroada de sucesso. Quando mal definida ou com linhas cruzadas e sinais, indica uma vida de altos e baixos. Ausente, indica tendência para as artes, reconhecimento em idade avançada. 
LINHA DA SAÚDE ou de MERCÚRIO: Nem sempre presente. Caminha ao longo da mão em direção ao Monte de Mercúrio (dedo mínimo). Sua ausência não é preocupante, pois indica vida saudável e muita resistência. Bem definida, inspira cuidados e a pessoa deve evitar excessos alimentares, fumo, álcool e outras substâncias tóxicas.
CINTURÃO DE VÊNUS: Localiza-se entre os dedos indicador e anelar, fazendo uma volta (cinturão) entre os dedos anelar e médio. Bem definida, pessoa sensível, intelectual, comportamento social instável, as vezes calmo e alegre, outras sombrio e depressivo. Dificuldades nos relacionamentos afetivos. É um dos sinais para percebermos a natureza sexual de uma pessoa.


As linhas terciárias são raras de se encontrar e indicam peculiaridades da personalidade, os traços que individualizam o consulente. São elas a Linha de Marte, , a Linha da Paixão, Linha da intuição, Linha do casamento,e os braceletes de Vênus.
LINHA DE MARTE: Formada por uma linha curva, que corre por dentro da linha da vida. Bem definida revela pessoa nervosa, ansiosa, alcoolismo e drogas. 
LINHA DA SAÚDE: Muito rara, quando aparece, corre paralela e à esquerda da linha da saúde. Sua presença revela personalidade vacilante e paixões desenfreadas. Verifique a Linha da Vida.
LINHA DA INTUIÇÃO: Linha semicircular, localiza-se entre os Montes de Mercúrio e da Lua. Quando bem definida, revela poderes ocultos e mediunidade. Verifique também o Monte de Netuno.
LINHAS DO CASAMENTO ou DOS AMANTES: Encontram-se na base do dedo de Mercúrio. Quando próxima à Linha do Coração, a pessoa casará jovem. Se terminar próximo ao Monte de Mercúrio, o casamento ocorrerá após os 29 anos. Inclinada para o monte de Apolo, casamento por interesse e ausência de amor. Bifurcada no final, separação. Curva em direção à linha do coração, ficará viúvo(a). Qualquer linha fina, paralela à linha do casamento, indica adultério, pessoa volúvel, ou mais de um relacionamento importante na vida. Além desses aspectos, existem outros a considerar: as linhas que cortam a do casamento representam os filhos, linhas grossas filhos homens, linhas finas mulheres, linhas dos filhos cortadas significam perdas. Muito cuidado com essas interpretações, pois são muito difíceis e evanescentes. Sempre compare com a Linha do Coração para as confirmações necessárias.
BRACELETES DE VÊNUS: Fáceis de identificar, localizam-se na base da palma da mão, próximo ao pulso. Podem ser um, dois ou três. Bem definidos, saúde boa. Interrompidos, vaidade, insegurança, mentira. Compare com o Monte de Vênus e com as Linhas do Coração e de Apolo.


As áreas mais carnosas em torno das palmas das mãos são chamadas "Montes" e receberam os nomes dos sete planetas, tendo atualmente recebido dos três transpessoais (nesse caso, colocados entre parênteses): Monte de Vênus - abaixo do polegar; Monte de Júpiter - base do indicador; Monte de Saturno - base do médio; Monte do Sol ou de Apolo - base do anelar; Monte de Mercúrio - base do mínimo; Monte de Marte positivo (Urano) - entre os montes de Vênus e Júpiter; Monte de Marte Negativo (Marte) - entre os Montes de Mercúrio de da Lua, Monte da Lua - base da mão; Monte de Netuno - entre os montes de Vênus e da Lua. Há também o Campo de Marte (Plutão), que une os montes positivo e negativo de Marte.
MONTE DE JÚPITER: Está relacionado ao ser e ao Ego, às possibilidades. Bem aspectado indica boa sorte, sucesso, fama, enriquecimento. Confira a Linha da Vida.
MONTE DE SATURNO: Está relacionado à vida profissional, à tradição e aos limites. Aqui encontramos também aspectos familiares. Tranqüilidade, prudência, teimosia e obstinação. Inclinação para o ocultismo e filosofia. Confira a Linha da Vida
MONTE DE APOLO ou do SOL: Está relacionado à vida social, política e religiosa. Amor pela beleza e artes em todas as suas formas. Tendência para o exibicionismo. Revela também informações sobre a maneira em que a pessoa encara a vida. Confira a Linha da Cabeça.
MONTE DE MERCÚRIO: Esse monte pode revelar inteligência, vivacidade, dispersão, versatilidade, comunicação, facilidade para o comércio e astúcia. Além disso também oferece informações sobre a situação financeira da pessoa naquela fase da vida.Bem aspectado, pessoa alegre e emocionalmente equilibrada, aprecia as viagens e o lazer junto da família. Mal aspectado, Desejo ardente de provocar mudanças. Confira a Linha da Vida (para saúde) e da Cabeça (para personalidade).
MONTE DE VÊNUS: Revela a sexualidade e a sensibilidade da pessoa, necessidade de gratificação pessoal e reconhecimento. Associado às emoções, à beleza e à vida sexual. Bem desenvolvido indica compreensão para com o próximo, desejo sexual, compulsividade. Narcisismo. Confira a Linha do Coração.
MONTE DE MARTE POSITIVO (MONTE DE URANO): Tenacidade, vigor físico, personalidade forte, irritadiça e de difícil convívio. A pessoa que gosta de lutas corporais, e é guerreira tem o monte exaltado. Se apresentando normal apenas confere uma disposição para luta. Se baixo, quase nenhum interesse nessa área.
MONTE DE MARTE NEGATIVO: Excesso de confiança, falta de discernimento dos direitos e deveres. Esse planeta concede uma energia extra para as pessoas, portanto, revela coragem, combatividade, energia, vitalidade, independência e agressividade também.
Pessoa muito carregada de energia, irritada e tendência a ser explosiva verbalmente. Mente tensa. Se a pessoa que está sendo analisada é tímida, esse pode ser um aspecto positivo pois a faz liberar suas emoções. O contrário ocorre com as extrovertidas.
MONTE DA LUA: Revela a imaginação, sonhos, criatividade, fantasia, absorção, misticismo, mediunidade, espiritualidade, intuição, instabilidade, gosto pela música, literatura e atração pelo mar.Quando bem definido, revela pessoa romântica e de imaginação fértil. Se exagerado revela pessoa sonhadora, dispersa, linfática, distante do mundo.
MONTE DE NETUNO: Monte revelador da intuição, amor fraternal, mediunidade e profecia. Portanto, se apresentar-se alto, revela muita intuição e tendência a dedicar-se a atividades filantrópicas. Intuição, mediunidade, escapismo. Confira o Monte da Lua e a Linha da Cabeça.
O DEDO POLEGAR: É o dedo mais importante e sua análise é diferente dos demais. Quando é muito flexível (dobra-se com facilidade), sinaliza uma pessoa generosa. Se for rígido, demonstra uma personalidade teimosa.

Os sinais que aparecem nas mãos, além de ter o seu significado particular observado, como todo o resto devem ser interpretados em conjunto com as linhas e montes onde se apresentam. Os sinais mais freqüentes são:
Linhas quebradas: Perda de força e concentração.
Correntes: Perda de energia, indecisão, insegurança.
Ponto : Fato negativo, pode indicar acidente ou doença.
Ilha : Rupturas, rompimentos, doença, perda de energia.
Linha bifurcada: Fim da linha da vida, mudança. Fim da linha da cabeça, pais separados.
Grade: Representa dificuldades, caminhos fechados.
Cruz: Sofrimento.
Triângulo: Proteção.
Pentagrama: Sorte e evolução espiritual. Êxito nos negócios.
Hexagrama: Dom da Cura. Proteção e luz espiritual.
Tridente: Pessoa de dupla personalidade.Evasiva.
Quadrados: Caminhos fechados. Dificuldade nos negócios. Insucesso. Mas por vezes encontrei o significado de proteção e guarda de um bem relacionado ao significado da área onde se encontra.


Abraços a todos.


Fontes: [1], [2], [3], [4]DUMONT, Pierre. São Cipriano: o legítimo. 9 ed.  São Paulo: Madras, 2008.

6 comentários:

  1. Olha s[o Emanuel, a gente tem a tendência de entender as palavras ao pé da letra...Não acho que ele disse exploração (para mim foi essa que pegou) com um sentido negativo. Eu entendi que ele quis dizer que a gente ainda é muito sensorial, precisamos "explorar" o mundo, seja com as nossas próprias mãos, seja através de aparatos como as cartas...Na verdade deveríamos não precisar de nada disso e estabelecer a conexão verdadeira deus-homem em ligação direta. E se vc pensar bem, ele tb é um intermediário, certo?
    A angústia vem da incerteza, e ela é atávica, portanto, aprendamos a conviver com ela...Mas novamente, não vejo como uma coisa negativa, mas sim como algo (que por qualquer motivo ele quis chamar de angústia) que nos impulsiona a refletir sobre a nossa própria condição.
    Não encana não, vamos viver a vida sentindo o bem em nós e se as nossas práticas são do bem, então está tudo certo.
    Bom eu penso assim...
    Uma semana iluminada, escrevi demais, sorry :)

    ResponderExcluir
  2. Acho, na verdade, que estou meio "frágil" contra esse tipo de afirmação, mesmo.
    Sorry!
    Lendo de novo, percebi que não se aplica a todos os casos...
    Levando-se em consideração o quanto levo minha prática a sério, poxa, fiquei chateado!
    Inclusive, foram feitos dois baralhos para ele!
    Mas acho que me estressei a toa.
    Risos!
    Ri melhor quem ri de suas próprias gafes!

    ResponderExcluir
  3. vc tem razão em ficar chateado, a gente não pode ser ofendido por ninguém, nem pelo Osho,certo? Então é tentar entender e tocar em frente.
    Uma semana iluminada!

    ResponderExcluir
  4. eu gostaria de saber sobre a interpretação da minha mão pois não possuo as três linhas como todo mundo. minha mão não tem o "M" de todo mundo. São só duas linhas: uma cortando a mão de fora a fora, 2 cm antes das bases dos dedos e outra 3 cm na base do polegar. sou especial?
    AJ, ROSEIRA/SP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi AJ.
      É complexo afirmar que você não possui as linhas, sem ver a sua mão. Na verdade, o que tomamos por linhas são normalmente as mais fortes, mas um bom quiromante utiliza até mesmo uma lupa para caçar sinais menores ocultos ou visíveis com dificuldade.
      Teria que ver a sua mão para poder afirmar alguma coisa.
      Forte abraço!

      Excluir
  5. Para compreender o que Osho disse, temos que distinguir os dois objetos destas ciências, que podem ser "advinhatórias" ou "Divinatórias". Quando empregadas como meramente "advinhatórias", são desvirtuadas de sua finalidade original e acabam sendo, de fato, utilizadas para exploração do ser humano...é o que, infelizmente, ocorre na maioria dos casos. Mas, quando são "Divinatórias", quando buscam nos religar com o Divino que existe dentro de cada um de nós, passam a ser importante ferramenta de autoconhecimento e de elevação da consciência e, neste caso, não há nenhuma oposição de Osho a este estudo. Gratidão pelas informações do site, que me foram muito úteis. Grande abraço. Paz e Luz.

    ResponderExcluir

Quando um monólogo se torna diálogo...